Saída de Wallacer não muda planos do Remo, mas diretoria mantém olho no mercado

O próprio Remo foi o primeiro confirmar a saída do meio-campista Wallacer na tarde desta terça-feira. O jogador recebeu uma proposta da Indonésia e teve que ser liberado imediatamente em razão de um dispositivo em seu contrato, caso fosse uma transferência internacional. Mas a sua saída não irá alterar o planejamento do clube paraense, que não irá correr atrás de uma peça de reposição.

– A gente planejou que poderia ficar sem algum atleta ou por contusão, ou pela situação da cláusula contratual ou até de cartão. Preparamos a equipe para que vários jogadores pudessem jogar em algumas posições. O Neto, na conversa com a gente, ele já tinha outro jogador para atuar nessa posição caso o Wallacer não tivesse rendendo, assim como tem outros jogadores que fazem a função também. Quanto a isso não estamos preocupados, a gente sabe que o elenco é de qualidade. Vai ser um jogador que vai fazer falta, claro, até porque estava no nosso plantel, mas eu tenho certeza que os que estão aqui vão repor a ausência dele – ressaltou o diretor de futebol Dirson Neto, em entrevista coletiva no Baenão.

Dirson Neto e restante da diretoria de futebol monitoram oportunidades de mercado constantemente — Foto: Samara Miranda/RemoDirson Neto e restante da diretoria de futebol monitoram oportunidades de mercado constantemente — Foto: Samara Miranda/Remo

Dirson Neto e restante da diretoria de futebol monitoram oportunidades de mercado constantemente — Foto: Samara Miranda/Remo

Apesar de não tratar a saída de Wallacer como uma situação emergencial, Dirson salientou que a diretoria de futebol está observando o mercado em busca de boas oportunidades de negócio. Os campeonatos Paulista e Carioca estão no topo da lista.

– Na verdade, a gente nunca parou de monitorar. A gente está monitorando desde antes da eleição (do clube, em novembro), tanto que a gente trouxe alguns atletas (assim que eleitos), e a gente continua. Temos contato com outros jogadores, para saber como estão em outros clubes, saber contrato, essas coisas. Quando terminar o Parazão, normalmente após os estaduais alguns jogadores são trocados. Alguns que não deram certo aqui vão para outro clube, e de outro clube vem para cá. Isso daí é 24h que estamos monitorando e sabemos aonde buscar – contou o dirigente.

Wallacer tem 32 anos e irá jogar no Persipura, da Indonésia. De acordo com Fábio Bentes, presidente do Remo, o meia devolveu parte do salário ao solicitar a liberação do Leão.

Categoria:ESPORTE

Deixe seu Comentário